contador

A parte financeira da empresa ainda é o assunto que deixa o empresário iniciante com uma série de dúvidas. Empresa pequena precisa de um contador? Depende de vários fatores. O primeiro: qual o conhecimento do gestor sobre finanças e as atividades que se sente seguro em executar. Por outro lado, empresários que não possuem afinidade com a área contábil e se perdem na hora de avaliar os impostos, a melhor saída é pedir auxílio ao consultor contábil.

Confira qual o momento em que a empresa pequena precisa de um contador e a importância de manter as finanças em ordem, desde os pagamentos, solicitação de serviços, até prestação de impostos.

Pouco conhecimento sobre contabilidade

Na maioria das vezes, o empresário só vai ter conhecimento sobre a dimensão da área contábil quando se depara com a rotina e a pilha de demonstrativos que necessita avaliar. Lembrando que existem diversas terminologias de difícil compreensão, se essa não é uma área que tenha experiência.

O consultor empresarial aconselha que todo empresário antes de inaugurar o negócio deve buscar a consultoria contábil para uma breve “lição de casa”, ou seja, listar tudo o que for importante manter em ordem.

“A partir dessa consultoria inicial, é possível delegar tarefas, ou seja, o que empreendedor pode fazer. Determinar também as atividades de maior complexidade, que vai exigir o trabalho de um contador”, sugere.

A consultoria inicial com o contador evita falhas na abertura da empresa. Durante o período de inauguração, locação, definir prestadores de serviços, e outras centenas de atividades.

“O gestor entra numa fase de sobrecarga, geralmente é nessa fase em que as finanças são deixadas de escanteio, o que é um erro, e pode gerar sérias consequências futuras, alerta”.

Atenção aos impostos

O Brasil é um dos países com maior carga tributária do mundo, o empresário brasileiro que já possui negócio em vigor, sabe bem disso. O código tributário têm informações complexas que vão exigir um nível de conhecimento adequado na hora de ajustar o pagamento dos impostos corretos, conforme o setor e o tipo de empresa.

Esse é um momento importante em que a empresa pequena precisa de um contador. No inicio, cumprir com os regulamentos fiscais vai evitar dor de cabeça no futuro, ou seja, é uma preocupação a menos.

A contabilidade auxilia o momento das deduções de créditos tributários e na previsão de impostos, assim evita problemas na prestação de contas. Essa tarefa é muito importante e criteriosa com prazos, portanto pelo menos uma vez ao ano na época de pagamentos de impostos, o melhor é deixar nas mãos de um contador de sua confiança.

Evite pagar tributos indesejados

É comum empresas entrarem em embaraços na hora da prestação de contas. O primeiro alerta são as auditorias e fiscalizações constantes, além dos pagamentos de tributos exagerados.

O consultor empresarial ressalta que não é obrigatório manter um contador alocado ou fixo na empresa, porém existem cenários em que essa consultoria é primordial. Para evitar embaraços como pagamento desnecessário de tributos ou complicações na Receita Federal, a melhor saída é buscar auxílio de um escritório de contabilidade.

“As declarações e demonstrativos são documentos muitos importantes para a Receita, todas essas informações podem ser organizadas e emitidas ao órgão responsável no momento correto, quando se tem auxílio de um bom contador”, acrescenta.

Crescimento do negócio

Empresas que crescem rapidamente podem confundir a contabilidade da empresa, principalmente se ela não for realizada por profissionais com experiência. Contratação de novos funcionários, novos fornecedores, alterações no fluxo de caixa, e uma série de mudanças podem ocorrer e exigir novos critérios contábeis.

Quando a empresa não está lucrando

É possível ter mais vendas, porém não necessariamente lucros. Esse é um sinal de alerta de que a empresa pequena precisa de um contador para auxiliar sobre a origem do problema.

“O contador pode sugestionar corte de custos levando em consideração todos os setores do pequeno negócio. Os ajustes no momento certo contribuem para o aumento da margem de lucro e fluxo de caixa positivo”, aconselha.

Contratação de funcionários ou expansão do negócio

O contador tem acesso as principais informações a respeito da contratação de um funcionário temporário, por exemplo, ou mesmo fixo. Qual o valor do mercado, tipo de contrato que precisa providenciar e outras informações burocráticas no que diz respeito a contratação de serviços.

No momento da expansão da empresa, seja na abertura de uma filial na mesma região, ou em outro estado, o contador vai ajudar na verificação dos impostos no que diz respeito aos dois estabelecimentos, o que irá mudar, e o que permanece igual.

O escritório Sercon Barretos é especialista nas áreas fiscal / tributária, contábil, DP e RH. Temos soluções inteligentes para a sua empresa!

FALAR COM UM ESPECIALISTA

via: www.sitecontabil.com.br

Comentários no Facebook